IMG_7316.jpg
IMG_7316.jpg

Projeto Portão


SCROLL DOWN

Projeto Portão


o PROJETO PortÃO ativa a fachada da instituição e o diálogo entre a cidade e o atêlie, ao convidar artistas grafiteiros para intervir na entrada do espaço.

Uma iniciativa que tem a intenção de gerar discussões acerca das possíveis relações entre a arte urbana e a arte institucionalizada. Por meio deste projeto, a cada três meses convidamos um artista para realizar um trabalho utilizando como suporte o espaço do nosso portão de entrada. Em seguida, estimulamos os mesmos artistas a desenvolverem outro trabalho, desta vez, no espaço interno.

 

Artista: Amanda Pankill | Ano: 2018 | Video e edição: Francis Farago | Diretora Geral: Alexandra Ungern-Sternberg | Diretora Assistente: Isabel Villalba

Artista: Andre Filur |Ano: 2017 | Video e edição: Francis Farago | Diretora Geral: Alexandra Ungern-Sternberg | Diretora Assistente: Isabel Villalba

Artista: Alex Orsetti |Ano: 2017 | Video e edição: Francis Farago | Diretora Geral: Alexandra Ungern-Sternberg | Diretora Assistente: Isabel Villalba

 Artista: Leo Dellafuente | Ano: 2016 Video e edição: Francis Farago | Dir. Geral: Alexandra Ungern Sternberg | Diretora Assistente: Isabel Villalba

Artista: Thais Ueda | Ano: 2015 | Video e edição: Francis Farago | Diretora Geral: Alexandra Ungern-Sternberg | Diretora Assistente: Isabel Villalba

Artista: Luiz 83| Ano: 2012 | Video e edição: Alexandra Ungern-Sternberg | Diretora Geral: Alexandra Ungern-Sternberg | Diretora Assistente: Isabel Villalba

Artista: Bela Gregório |Ano: 2017 | Video e edição: Francis Farago | Diretora Geral: Alexandra Ungern-Sternberg

Artista: Paulo Omeira | Ano: 2016 | Video e edição: Francis Farago | Dir. Geral: Alexandra Ungern-Sternberg | Diretora Assistente: Isabel Villalba

Artista: Paulo Omeira |Ano: 2016 | Video e edição: Francis Farago | Diretora Geral: Alexandra Ungern-Sternberg | Diretora Assist: Isabel Villalba

Artista: SACI | Ano: 2014| Video e edição: Rubens Arantes |Curadoria: Cynthia Agaci | Trilha sonora: Guem-Racine | Diretora Geral: Alexandra Ungern-Sternberg | Diretora Assistente: Isabel Villalba

Artista: Lourenço di Gambá| Ano: 2013 | Video e edição: Alexandra Ungern-Sternberg | Diretora Geral: Alexandra Ungern-Sternberg | Diretora Assistente: Isabel Villalba

 

Amanda Pankill


Amanda Pankill


Screen Shot 2018-08-27 at 5.24.19 PM.png

About

The following is placeholder text known as “lorem ipsum,” which is scrambled Latin used by designers to mimic real copy. Fusce at massa nec sapien auctor gravida in in tellus. Aliquam bibendum, turpis eu mattis iaculis, ex lorem mollis sem, ut sollicitudin risus orci quis tellus. Quisque congue porttitor ullamcorper. Nulla eu pretium massa.

Mauris egestas at nibh nec finibus. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Suspendisse nec congue purus. Nulla eu pretium massa. Mauris egestas at nibh nec finibus.

Bela Gregório


Bela Gregório


Screen Shot 2018-08-27 at 5.29.19 PM.png

About

The following is placeholder text known as “lorem ipsum,” which is scrambled Latin used by designers to mimic real copy. Vestibulum ante ipsum primis in faucibus orci luctus et ultrices posuere cubilia Curae. Suspendisse nec congue purus. Aenean eu justo sed elit dignissim aliquam.

Integer tempus, elit in laoreet posuere, lectus neque blandit dui, et placerat urna diam mattis orci. Vivamus a ante congue, porta nunc nec, hendrerit turpis. Integer tempus, elit in laoreet posuere, lectus neque blandit dui, et placerat urna diam mattis orci. Suspendisse nec congue purus. Integer tempus, elit in laoreet posuere, lectus neque blandit dui, et placerat urna diam mattis orci. Nullam sit amet nisi condimentum erat iaculis auctor. Integer tempus, elit in laoreet posuere, lectus neque blandit dui, et placerat urna diam mattis orci.

André Filur


André Filur


portao Andre Filur.JPG

About

André Filur, artista visual paulistano, iníciou sua produção artística em meados 1999 grafitando as ruas de São Paulo.

Hoje seu trabalho vai além do graffiti como pinturas em telas, esculturas, decorações, trabalhos digitais entre outros suportes.

Suas obras já passaram por alguns países pela América do Norte, América do Sul, América Central, Europa, Ásia e Oceânia.

André Filur retrata em suas obras visões de seus sonhos, um universo onírico e místico que tem em sua mente, uma relação entre mente e alma, sonho e realidade, um encontro com seu EU interior.

Suas referências são basicamente uma mistura de seus sonhos, com a realidade de seu cotidiano, povos, culturas, religiões, deixando assim seu trabalho com uma característica bem brasileira de miscigenação.

Paulo Omeira


Paulo Omeira


Paulo Omeira

About

Paulo Omeira,  com suas raízes paulistanas, atua como artista visual na cena desde 2005. Ao longo de sua trajetória levou cores e dialéticas ao cenário nacional e internacional e firmou importantes parcerias como integrante do coletivo “Graffiti com Pipoca” e do Jardim Miram Arte Clube – o JAMAC -, onde desdobra seus talentos artísticos como arte educador.

Dentro de suas habilidades solos, trabalha com design, ilustração e graffiti, concentrando suas narrativas principalmente em intervenções urbanas, onde sustenta sobre o spray as temáticas da paulicéia desvairada afim de levar discussão e promover mudanças positivas no espaço físico e nos apreciadores anônimos.

Este grande envolvimento com as co-relações e angústias impostas pela metrópole, o levou a estudar Arquitetura e Urbanismo para sustentar e embasar de maneira mais profunda suas preocupações em integrar a arte ao espaço público

 

Alex Orsetti


Alex Orsetti


Screen Shot 2018-08-27 at 5.27.16 PM.png

About

Alex Orsetti é paulistano e dedica-se às artes plásticas há mais de 20 anos e ao graffiti há 7. Formado em desenho de comunicação, frequentou cursos livres de gravura e desenho. Em suas obras, o contexto urbano sempre esteve presente. Iniciou na street art com o projeto Grito em bancas de revistas. Desde 2012 grafita sozinho dentro de uma gama monocromática.

Principais projetos de street art:

• 2017 – Projeto Portão – Ateliê Alê – São Paulo / SP

• 2016 – Sampa Graffiti – Episódio 20 – Vídeo documentário https://www.youtube.com/watch?v=5SzpiDsrBBE

• 2016 – Stroke Art Fair – Munique / Alemanha

• 2016 – Projeto Arte Convivência: Tenda 9 de Julho – São Paulo / SP

• 2014 – Encontro Niggas – Cantinho do Céu / Grajaú – São Paulo / SP

 

Leo Dellafuente


Leo Dellafuente


Screen Shot 2018-08-27 at 5.31.43 PM.png

About

Nascido em fevereiro do ano de 1982 na cidade de São Paulo, Dellafuente inicia sua carreira artística aos 15 anos, escrevendo e desenhando histórias em quadrinhos para diversos fanzines. Sempre de forma autodidata, começa alguns anos depois sua imersão no mundo da street art e pintura com acrílica sobre papel e tela.

Em 2006 cria junto de um amigo o projeto 6emeia, com reconhecidas intervenções urbanas sobre o mobiliário urbano, como bueiros e tampas de esgoto. Ao mesmo tempo intensifica seus estudos iniciando a graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Anhembi Morumbi no ano de 2011. A partir de então explora os mais variados suportes e técnicas, navegando entre o nanquim, acrílica, óleo, aquarela e produção de gravuras em madeiras e linóleo.

Seu trabalho tem como característica marcante, o mistério, o surrealismo envolto em criatividade e sarcasmo, a imaginação usada como vento, que o leva e guia a locais ainda desconhecidos da grande maioria. Sua obra é carregada de tensão, emoção e sentimentos profundos que tocam olhos mais atentos e deixam ali pegadas e rastros para a entrada em um mundo fantástico, lúdico e onírico.

 

SACI


SACI


Screen Shot 2018-08-27 at 5.41.08 PM.png

About

Pedro Sasso mais conhecido como “Saci loves you” formado em arqutetura e Urbanismo na Universidade Mackenzie.

Desenvolve um trabalho com a utilização de tintas spray espalhadas por diversos cantos da cidade de São Paulo. Um desenho único, cheio de emoções e personalidade, que nos fazem refletir as questões sociais e como elas interferem no meio urbano.

Sua arte busca falar com o interior de cada um. Mais do que tentar buscar um cenário ou papel branco na cidade. Ao se deparar com os desenhos, a arte passa diretamente para nós, filtrando a atenção, tirando o olhar do objeto em que se insere.

Ela se influencia nas nossas experiências e vivências para construir uma imagem que, através da nossa imagem de cidade, de cidadania, usa nossos valores...para questionar valores.

 

Thais Ueda


Thais Ueda


Screen Shot 2018-08-27 at 5.44.52 PM.png

About

São Paulo/SP, 1977. Vive e trabalha em São Paulo/SP.

Formou-se em Comunicação Social na ESPM e Desenho Industrial no Mackenzie. Em 2003, viajou ao Japão e ficou por oito meses na província de Toyama como bolsista em design gráfico. Desde então, Thais trabalha como ilustradora e artista plástica, com foco em desenho, gravura e intervenção urbana. Vale-se de técnicas diversas e já expôs no Brasil e no Japão. Em seus últimos trabalhos, sua pesquisa tem dado grande ênfase para as áreas “em branco” ou não desenhadas do papel. Esse aparente vazio instiga por se revelar um espaço de potência como também sugere um isolamento entre movimento, seres humanos e objetos. Desse intervalamento, surge em seu trabalho o instante, a repetição, o faux pax. O movimento revela um constrangimento inerente, um humor que ecoa nossas próprias vulnerabilidades, é uma metáfora para a busca de um homem que experimenta uma perda contínua.

.

Lourenço di Gambá


Lourenço di Gambá


Screen Shot 2018-08-27 at 5.34.47 PM.png

About

Brasileiro de Pernambuco, nascido a 14 de Junho de 1966. Reside em São Paulo desde 1990.Formado em artes visuais e Licenciatura. Artista plástico, Fotógrafo e Arte educador

 

Luiz 83


Luiz 83


Screen Shot 2018-08-27 at 5.36.39 PM.png

About

São Paulo, SP, 1983. Vive e trabalha em São Paulo. Luiz traz para a galeria a profusão de cores e formas que encontramos nas ruas da metrópole contemporânea. Tem, nas técnicas aprendidas com o graffiti, uma das âncoras de sua arte. Sua trajetória também nos revela algo da experiência do artista na cidade de São Paulo: cores e formas falam do espaço urbano em convulsão e seu ímpeto é (sempre) comunicar a cidade através da intervenção no espaço. Entre suas exposições recentes estão: participação da feira CROSSROADS (anterior Pinta London) em Londres (2016), exposição individual Z na Galeria TATO, São Paulo, SP (2015), a mostra coletiva Tendências da Street Art, exposição de esculturas, no MuBE, São Paulo, SP (2013); e o projeto coletivo Janelas da Pinacoteca de São Paulo, São Paulo, SP (2012).