Nossa Missão é viabilizar um laboratório de experimentações artísticas e curatoriais.oAteliê Alê vem buscando abrir novos caminhos para inspirar talentos e despertar pessoas.

Ateliê Alê nasceu com uma nova proposta no cenário contemporânea da arte. Além ser uma nova alternativa para as instituições já existentes, este espaço no coração pulsante de Santo Amaro se insere dentro do campo das artes visuais com a implementação de cursos, palestras, conversas e exposições.

 
 

Alexandra Ungern-Sternberg

artista visual e fundadora

"O meu sonho é que arte atual seja acessível a todos e para isso criar ferramentas para  que as pessoas possam se relacionar com ela. No bairro onde estamos não existe galeria ou centro cultural,  o Ateliê Alê vem para proporcionar um ambiente cultural para aqueles que não tem essa facilidade. "

 

Isabel Villalba

curadora

Sou apaixonada pela arte e pela psicanálise. A fotografia, o cinema e a literatura são fontes de inspiração constante.  Acredito na “cumplicidade”entre artista e curador para construir juntos uma exposição de arte.

 

SOBRE O ATELIÊ ALÊ

Fundado em 2012 pela artista visual Alexandra Ungern-Sternberg, o Ateliê Alê nasceu com uma nova proposta no cenário contemporâneo da arte. Seu objetivo é viabilizar um laboratório, aberto ao público, de experimentações artísticas e curatoriais. Além de ser uma nova alternativa para as instituições já existentes, este espaço no coração pulsante de Santo Amaro se insere dentro do campo das artes visuais com a implementação de cursos, palestras, conversas e exposições. 

O espaço já patrocinou sete exposições em São Paulo:  2012 “Entre a Memoria e o Esquecimento”, 2013 “Aproximações e Distanciamentos”, 2014 “O Saber da Linha”, “Geração Processual”, “Sobre o que Existe ao Redor”, 2015 "Be Here Now",  "Isto não é o Paraíso" e a coletiva "Bazarte" que contou com mais de 20 artistas. Ofereceu também cursos em fotografia digital, monotipia, pintura, mosaico e aquarela.


Desde sua concepção, o Ateliê Alê vem buscando abrir novos caminhos para inspirar talentos e despertar pessoas.

Pinta 2014 - Fabio Leão

Cross Roads 2016 - Performance Luis 83

O Ateliê Alê estreou no campo internacional com sua participação na PINTA Londres 2014- Feira Ibero e Latino Americana de Arte Contemporânea, onde representou 10 artistas emergentes, apresentando, como Projeto artístico convidado, a exposição “O Saber da Linha”, com curadoria de Paulo Gallina. Em 2015, através de uma parceria com artistas de Nova Iorque, executou a exposição "Be Here Now".

Crossroads 2016 - Renata Huber, Alexandra Ungern-Sternberg, Luis83, Andrea Harari (manager for Crossroads) e Isabel Villalba